Escape à ficção

Enrique Morales

ENRIQUE MORALES MÉNDEZ

ETSA DE SEVILLA

BIO

Catedrático do Departamento Construções Arquitetónicas I da ETS de Arquitetura da Universidade de Sevilha, atualmente na situação de aposentado Professor Honorário. Presidente da ACRAM (Aula de Construção e Reabilitação Arquitetónica da Madeira).

Ministrou cursos de Reabilitação e Construção em Madeira em diversas cidades espanholas, europeias e americanas. Diretor ou membro de projetos de investigação relacionados com o uso da madeira: Evolução de pavilhões em madeira da Expo´92. Vivendas autoconstruídas. Emprego na arquitetura das espécies de madeira andaluzas (CEE). “Obtenção de um método que garanta e otimize a utilização de elementos de madeira no exterior perante os agentes meioambientais” (2005 subvenção 39.000 euros). “Viabilidade técnica de um sistema construtivo que permita melhorar os sistemas construtivos de casas de madeira” 2006 (I+D+I). Tecnificação das janelas de madeira”. etc.

Algumas publicações: O arquiteto e os problemas da aprendizagem na utilização da madeira. I Curso de construção em madeira (1993). Código da intervenção arquitetónica (1996). A construção com materiais tradicionais (1997). Importância da Reabilitação Arquitetónica na formação dos técnicos. A recuperação das coberturas das antigas Atarazanas de Sevilha (1998). Caderno de especificações técnicas, programas, preços e controlo de qualidade para a edificação em madeira (1998). A madeira do pinheiro manso da Andaluzia como matéria-prima para o fabrico de madeira lamelada colada (2000). Tecnologia para a madeira na construção arquitetónica (2000). Danos por manutenção desadequada em edifícios construídos em madeira. Recuperação do Pavilhão do Chile da Expo´92 (2000). Os problemas de humidade na proteção da madeira (2002). Madeiras sujeitas à intempérie: problemas e soluções. A recuperação do Pavilhão da Checoslováquia da Expo´92 de Sevilha (2002). Intervenção no Pavilhão da Hungria da Expo´92 (2003). A madeira na reabilitação de edifícios (2004). Os problemas de humidade em edifícios sujeitos à intempérie (2005). Madeira lamelada colada estrutural. Resistência ao fogo e caraterísticas mecânicas (2006). A intervenção no Património Arquitetónico em madeira: proteção, conservação e restauro (2009).

Selecionado em catorze convocatórias públicas universitárias da AECID, em Concepción, Bio Bio, Punta Arenas, Santiago, Valparaíso e Chiloé (Chile). Salta, Tucumán, Resistencia, Mar del Plata, La Plata, Río Gallegos e Buenos Aires (Argentina). Belo Horizonte, Ouro Preto e Juiz de Fora (Brasil). Matanzas e Las Villas de Santa Clara (Cuba), Cartagena de Indias (Colômbia), Montevideo (Uruguai), Caracas (Venezuela), Guayaquil (Equador). Cochabamba (Bolívia). Cuzco (Peru). Asunción (Paraguai). Morelia (México).